Com a revolução da era digital em que vivemos e a democratização da internet – actualmente, são já mais de seis biliões de utilizadores em todo o mundo -, o marketing digital tem vindo a desenvolver-se e a consolidar a sua posição estratégica no mundo dos negócio, como uma ferramenta essencial para o sucesso comercial. O marketing digital é o ramo do marketing que se dedica aos novos canais de comunicação digitais, nomeadamente a internet e as redes sociais.

À medida que estas estratégias e ferramentas têm ganho uma nova dimensão e amplitude, também a oferta tem aumentado, acompanhando a procura crescente que tem surgido por estes serviços. Isso faz com que não só as agências de marketing digital tenham vindo a aumentar, como se têm especializado cada vez mais em determinadas acções, como o marketing de redes sociais, o SEO ou o webdesign.

Por isso, quando decidimos implementar um plano de marketing digital na nossa empresa, a primeira dificuldade surge ainda antes de começar. Como escolher uma agência? Por onde começar a pesquisa? Que parâmetros considerar nessa decisão? É para tentar responder a estas questões que, de seguida, apresentamos 5 dicas para escolher uma boa agência de marketing digital.

  1. PROCURE REFERÊNCIAS

O boca-a-boca é e sempre foi a melhor forma de obter referências de produtos e serviços. Por isso, comece por pedir informações a amigos ou colegas que já tenham recorrido a serviços semelhantes. Eles são as pessoas mais indicadas para lhe indicarem agências de marketing digital na sua zona, que trabalhem na sua área de negócio e com as quais tenham tido boas experiências. Pode também pesquisar na internet por feedback de diferentes agências, lendo os comentários de clientes satisfeitos, mas também críticas, testemunhos e casos de estudo.

  1. ANALISE A CREDIBILIDADE

É necessário saber separar o trigo do joio e conseguir identificar as verdadeiras agências de marketing digital daquelas que apenas pretendem sacar alguns euros aos clientes. Para isso, verifique a sua credibilidade no mercado. Comece por analisar as suas páginas da internet e perceba se estão a par das tendências do sector. No fundo, uma agência que não é capaz de construir a sua própria página na internet de forma apelativa e eficaz provavelmente também não terá competências para o fazer a terceiros. Pode ainda verificar se esta tem prémios ou distinções, que clientes tem em carteira e qual a sua experiência passada e background. 

 

  1. VERIFIQUE O SEU PORTFOLIO

O trabalho passado de uma agência de marketing digital é o seu melhor cartão de visita. Os seus casos de estudo são uma excelente forma de aferir a qualidade do seu trabalho, as metodologias utilizadas e a forma de contactar com a sua audiência. Por isso, alise resultados, compare casos de estudo e perceba se esses resultados poderiam ser positivos para o seu caso específico.

  1. PROCURE QUEM CONHEÇA A SUA ÁREA DE NEGÓCIO

Uma agência de marketing digital em Portugal que já trabalhe na sua área de negócio conhecerá melhor o seu público-alvo do que outra que não tenha experiência no sector. Por isso, perceber quais são as suas carteiras de clientes também é um passo importante na altura de decidir pela escolha de uma agência. Cada área temas suas particularidades e é extremamente complexa e, muitas vezes, quando é a primeira vez que uma agência vai actuar com determinada audiência acaba por não compreender, por qualquer motivo, as suas especificadas. Portanto, agências que já trabalhem em determinados segmentos de mercado apresentam mais vantagens para clientes do mesmo sector.

  1. CONFIRA A EXPERIÊNCIA DAS PESSOAS

Finalmente, mas não menos importante, é conferir a experiência pessoal dos membros da agência de marketing digital. Normalmente, as agências têm essa informação disponível nas suas páginas na internet, mas pode também faze-los através do LinkedIn. Se vai trabalhar com uma equipa para o sucesso do seu negócio, então é justo e expectável que conheça com quem está a trabalhar. E é fundamental que estes profissionais sejam qualificados, até porque as novas tecnologias e indústrias criativas necessitam de pessoas com diversidade de pensamento, criativas e assertivas. SEO , Marketing Digital, Online Marketing e search engine optimization.

Provavelmente já ouviu falar de marketing e de marketing digital, eles são muito mencionados hoje em dia, especialmente quando se fala de negócios e das novas tecnologias. E, no entanto, quais são as diferenças entre ambos?

Apesar de serem termos distintos, o marketing convencional e o digital são complementares. O marketing tradicional, como é sabido, tem como missão ir ao encontro de novos clientes no mercado, através de estratégias que possam ir ao encontro dos desejos e motivações dos consumidores. Por usa vez, o marketing digital debruça-se sobre os novos canais de comunicação digitais, como é o caso da internet e das redes sociais, por exemplo.

Além disso, o marketing digital entra numa atmosfera mais pessoal e dinâmica, em que os clientes expressam mais em relação ao serviço ou produto, formando uma massa crítica fundamental para o sucesso comercial das empresas e das marcas. É certo que a internet pode e deve ser utilizada para promover os seus produtos. Afinal de contas, estamos a falar de um território com mais de seis biliões de utilizadores em todo o mundo. No entanto, este é mus sector que serve também para criar as opiniões de mercado, formar tendências e maximizar o sucesso comercial das marcas e das empresas.

Assim, podemos referir que o marketing digital é uma evolução do marketing tradicional, pois conecta directamente com o consumidor indo ao encontros das suas necessidades e motivações. Ou seja, o marketing digital cria uma relação entre cliente e produto, onde esta não só pode como é incentiva a interagir com ele e a critica-lo ou elogia-lo; permite a sua opinião, num sistema em que a sua voz não só é ouvida como amplificada e replicada por terceiros; reduz custos e aumenta a velocidade das transacções; e torna mais fácil para o consumidor obter informações sobre o produto.

Para além destas vantagens, o marketing digital permite ser realizado em vários canais de comunicação, mais ou menos alternativos com campanhas de diferente dimensão consoante o orçamento disponível. Isso significa que qualquer empresa, por mais pequena que seja, tem no marketing digital uma porta para alcançar o mercado mundial e global. Ou seja, na internet deixa de existirem pequenas e médias empresas e passa a haver apenas um mercado único, aumentando as possibilidades de negócio, a concorrência e o potencial das marcas.

Além disso, a internet é um recurso bastante económico, que faz com que o marketing digital seja também bastante apelativo para as marcas e empresas, já que permite elaborar campanhas mais vantajosas do ponto de vista financeiro. Com o marketing digital as empresas chegam mais longe a um menor preço, além de oferecem um serviço personalizado e diferenciado, que chega mais perto do coração do consumidor.

Em contrapartida, o marketing convencional envolve uma comunicação directa, indiferenciada perante o consumidor. Ou seja, no marketing tradicional é como se os produtos estivessem expostos em prateleiras, num local de venda pré-definido à espera que os clientes viessem adquiri-los. Por sua vez, no marketing digital os produtos estão disponíveis num catálogo on-line sem limites, voltado para o público em geral. Daí que ambas as práticas sejam complementares e não concorrentes, já que buscam diferentes tipos de público e de objectivos.

O ideal é conseguir investir em ambos os modelos, potenciando um e outro e, como tal, aumentando as probabilidades do sucesso comercial da sua marca ou empresa. Só assim aumentará as hipóteses de atingir os seus objectivos propostos. Para isso, deve recorrer a ajuda especializada e a profissionais do ramo, que saibam e consigam tirar todo o proveito do seu produto, através de uma estratégia racional, sensata e inteligente.

Com a revolução digital, a era moderna tornou-se extremamente digital, com a internet a tomar conta do nosso dia-a-dia. O acesso à world ide web democratizou-se e hoje em dia são quase seis biliões os utilizadores da internet em todo o mundo. Esta tornou-se praticamente omnipresente, as nossas vidas emigraram para a rede e o mundo dos negócios aproveitou esta nova ferramenta de trabalho para tentar maximizar o seu sucesso comercial.

Por isso, foi de forma praticamente natural que surgiu o marketing digital, que aborda as estratégias de promoção de marcas e empresas através dos novos canais de comunicação digitais, como a internet ou as redes sociais. O marketing digital identificou a internet como um território cheio de potencialidades para promover produtos e serviços e tem-se especializado em dinamizar novas estratégias e formas de chegar até ao consumidor final.

Portanto, a estratégia comercial de qualquer empresa, independentemente do sector a que se dedica, passa necessariamente pela world wide web também. E, para isso, a colaboração de uma agência de marketing digital é indispensável. É certo que as próprias marcas podem desenvolver as suas próprias campanhas, sem recorrer a ajuda de terceiros, mas o apoio de mão-de-obra especializado tem sempre inúmeras vantagens para a empresa.

Começando logo pelo facto de as agências de marketing digital serem compostas por profissionais com mais competências. A maioria das necessidades práticas relativas a este sector são inacessíveis à maioria das pequenas e médias empresas, por exemplo. Além disso, para uma empresa é mais viável e economicamente mais vantajoso contratar uma agência de marketing digital, que têm total competência nesta área, do que procurar profissionais individuais para colocar no quadro para se dedicarem a uma ou outra especialidade.

Além disso, ao contratar e trabalhar com uma agência de marketing digital, a empresa ganha uma gestão mais eficiente do seu orçamento e do seu tempo, uma vez que passa a identificar de forma precisa quando e como precisa dos recursos técnicos e quanto é que isso lhe vai custar. Além disso, o facto de ter acesso a uma equipa de profissionais em vez de ter um trabalhador permanente, permite-lhe negociar orçamentos específicos direccionados para as suas necessidades e, assim, controlar melhor os seus custos.

Outra das vantagens em recorrer a uma agência de marketing digital é a possibilidade que isso lhe dá em crescer muito mais rápido. Isso deve-se ao facto de conseguir agir de forma mais rápida, sempre que surja necessidade, ao ter maior flexibilidade e concentração por parte de profissionais exteriores para essas determinadas tarefas. E isso pode ser uma vantagem sobre a sua concorrência.

Uma agência de marketing digital traz-lhe ainda uma nova perspectiva exterior do seu negócio, com a distância suficiente para poder encarar o quadro geral e chegar a novas ideias para o seu negócio. Além disso, o facto de serem profissionais especializados sobre esta área do marketing, trazem-lhe um input valioso sobre as tendências do mercado e dos consumidores.

Finalmente, recorrer aos préstimos de uma agência de marketing digital permite-lhe cumprir os prazos previstos. È que as derrapagens de quando se trabalha com uma equipa própria são mais comuns. Quando o trabalho é dado a terceiros estes têm maior pressão para cumprir o deadline, até porque estão completamente focados nisso. E ao cumprir a estratégia planeada está ao mesmo tempo a garantir uma maior possibilidade de crescimento do seu negócio e novamente a ganhar vantagem sobre a concorrência.

Assim, as vantagens para a contratação de uma agência de marketing digital são inúmeras para o sucesso comercial das empresas e das marcas. O mais difícil, na maioria das vezes, passa mesmo pela decisão da agência a escolher, uma vez que a oferta é cada vez maior e mais vasta. E, neste caso, é fundamental saber separar o trigo do joio e perceber quais são aquelas que melhor se adaptam as suas necessidades, que são financeiramente mais competitivas e que podem trazer realmente uma mais-valia na prossecução dos seus objectivos comerciais.